.

.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Movimento sindical fecha ano com balanço positivo

O sindicalismo brasileiro faz um balanço positivo de 2007, um dos anos mais produtivos e repletos de conquistas. A primeira conquista de peso foi o aumento real de aproximadamente 5,41% para o salário mínimo, em abril. Ainda na questão do mínimo, vale destacar o acordo que garante aumento real vinculado ao crescimento do PIB, o que possibilita recuperação real do valor do mínimo, sem gerar pressão inflacionária.

Outro avanço, graças à luta sindical, foi a redução parcial do imposto de renda sobre os salários. A força do sindicalismo foi demonstrada, também, no 1º de Maio, quando os atos das Centrais, só no Estado de São Paulo, reuniram, pacificamente, mais de 4 milhões de pessoas.

Vitória dura, e expressiva, veio em março, com o veto do presidente Lula à famigerada Emenda 3, que impunha a flexibilização via legalização da PJ, ou seja, contratação de pessoas sem registro em Carteira e sem direitos.

Em novembro, outro avanço. Desta vez, a aprovação pelo Senado da regulamentação das Centrais, garantindo-se meios de custeio às entidades de classe. O ataque ao imposto sindical foi debelado.De setembro a novembro, o sindicalismo obteve grandes acordos salariais, com ganhos reais expressivos que confirmaram a tendência já apontada pelo Dieese de aumentos acima da inflação em praticamente 100% das negociações coletivas.

A 4ª Marcha da Classe Trabalhadora a Brasília, em 5 de dezembro, coroou o ciclo vitorioso. Mais de 40 mil manifestantes, todas as Centrais, reunião com o Presidente Lula, decisão de encaminhar, por meio de projeto popular, a redução da jornada de trabalho, combate às terceirizações abusivas, tudo isso indica a pujança do sindicalismo e mostra que as tarefas para 2008 já estão definidas.

Porém, pouco disso teria ocorrido sem o crescimento da economia e a geração de empregos. Crescimento e mais empregos sempre foram o combustível da ação sindical ampla, continuada e construtiva.

O sindicalismo, após o ciclo neoliberal, começa a reocupar espaço e a exercer papel mais ativo na vida nacional. E faz isso respeitando sua própria diversidade, construindo, no possível, a velha e boa unidade na luta.
Fonte: Agencia Sindical

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

CPMF é rejeitada pelo Senado!

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sofreu ontem sua maior derrota política do ano no Congresso. A bancada governista não conseguiu arregimentar os votos necessários para prorrogar a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), que deixa de valer a partir de 1o de janeiro 2008.

A derrota traz consigo um cenário de terra devastada ao governo. Além do rombo de R$ 40 bilhões na arrecadação da União, a queda da PEC significaria o fim da Desvinculação de Receitas da União (DRU), que garantiria ao governo em 2008 algo em torno de R$ 90 bilhões em verbas não carimbadas, de aplicação livre.
Fonte: JB online

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Mobilização para o Dia de Ação Global. Participe!

Somos milhões de mulheres e homens, organizações, redes, movimentos e sindicatos de todas as partes do planeta, aldeias e regiões, zonas rurais e centros urbanos de todas as idades, povos, culturas e crenças unidos e unidas pela firme convicção que OUTRO MUNDO É POSSÍVEL!

Com toda nossa pluralidade, diversidade e riqueza de alternativas e propostas lutamos contra o neoliberalismo, a guerra, o colonialismo, o racismo e o patriarcado que geram violência, exploração, exclusão, pobreza, fome, desastre ambiental e negação dos direitos humanos.
Há muitos anos estamos resistindo e construindo processos inovadores, de novas culturas de organização e ação, do local ao global, em particular, através dos processos e Carta de Princípios do Fórum Social Mundial, do qual emerge esta chamada.

Conscientes da necessidade de construir nossa própria agenda e de aumentar o impacto dessas milhares de expressões e manifestações, nos comprometemos a reforçar a solidariedade e as convergências entre nossas lutas, campanhas, construções de alternativas e alianças.
Nos comprometemos com uma Semana de Ação que culminará em um Dia de Mobilização e Ação Global em 26 de janeiro de 2008.

Convidamos todas e todos que, dentro da diversidade que é nossa força, realizem criativamente nesta data ações, atividades, eventos e convergências sobre temas e em formatos que lhes sejam próprios.

FAÇAMOS JÁ UM OUTRO MUNDO!
Acesse o sítio do Dia de Ação Global para assinar o chamado, ver uma breve história do dia de mobilização e ação global e saber como participar de sua preparação.
Fonte: Ciranda Inernancional de Informação Independente

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Convenção Coletiva histórica introduz a inédita Cláusula do Trabalho Decente

Pela primeira vez no Brasil, um sindicato introduz a noção de Trabalho Decente, em cláusula da Convenção Coletiva de Trabalho. Mérito do Sindicato dos Comerciários de Porto Alegre que através desta negocição redimensiona o caráter social da globalização ou o que ela tem de bom para o trabalhador. Até então, falar em globalização da economia era o mesmo que só falar no lado econômico da questão, sem tocar no plano social. Este, sem dúvida é um marco da luta dos trabalhadores brasileiros.
Defender o Trabalho Decente significa mais que lutar por melhores salários, ao impor uma visão geral de que o trabalho está cercado por um conjunto de fatores, como ambiente adaptado ao cidadão, cursos de formação profissional e liberdade sindical, entre outros items.

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Sobra emprego, mas falta mão-de-obra qualificada

Existem mais de 90 mil vagas de empregos no Brasil que não serão ocupadas em 2007. O motivo é a falta de profissionais qualificados para ocupá-las. Esta foi a conclusão da pesquisa Demanda e Perfil dos Trabalhadores Formais no Brasil em 2007, divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O estudo aponta que em 2007 sobrarão 25 mil vagas na indústria química e petroquímica, mais de 23 mil na indústria de produtos de transporte, 21 mil na indústria de produtos mecânicos, e mais de 20 mil vagas na indústria extrativista mineral.
Veja a íntegra desta matéria

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Trabalhadores fazem 4ª Marcha em Brasília

A atividade, que será realizada no dia 5 de dezembro, será pautada pela redução da jornada de trabalho sem redução do salário, mais e melhores empregos, fortalecimento da Seguridade Social e das políticas públicas. Como nos três anos anteriores, em que se mobilizaram por reajustes do salário mínimo e pela redução da tabela do imposto de renda, as centrais decidiram realizar uma mobilização unificada em prol de interesses universais dos trabalhadores.

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

MTE cria Grupo de Trabalho para debater custeio dos Sindicatos

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) criará um Grupo de Trabalho para debater a sustentação financeira das entidades sindicais, com prazo de 90 dias para apresentar uma proposta de transição do imposto sindical para uma nova modalidade de custeio dos Sindicatos. O ministro Carlos Lupi anunciou a decisão, dia 7/11, após audiência em Brasília com os presidentes da CGTB, Força Sindical, CUT, NCST e UGT.

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Avançando em suas conquistas!

A presidente do Seaac Jundiaí, Maria Aparecida Feliciani, foi escolhida para dirigir a nova Secretaria da Mulher da CGTB, que abriu esta brecha no seu espaço de poder, revelando um gesto de boa vontade para a resolução das questões de gênero.
Leia mais

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Ministros buscam apoio para garantir o Imposto Sindical

Os ministros do Trabalho, Carlos Lupi, e da Previdência Social, Luiz Marinho, estão empenhados em fazer com que o Senado derrube proposta que transforma em opcional o desconto em folha de pagamento da contribuição sindical paga pelos trabalhadores anualmente. Isso fere de morte os sindicatos rurais, os pequenos sindicatos, as federações e as confederações que deixariam de exercer suas atividades por não terem financiamento de outra natureza. Além dessa proposta, os ministros querem derrubar a emenda que determina o controle das centrais sindicais pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

RÉPÚDIO!

Por ocasião do III Congresso Sindical da CGTB, em 23/24de outubro, a presidente do Seaac Jundiaí, Maria Aparecida Feliciani, representante de milhares de mulheres trabalhadores empregadas de agentes autônomos no comércio, apresentou MOÇÃO DE REPÚDIO contra o juiz da 1ª Vara Criminal de Sete Lagoas (MG) Edílson Rumbeslperger Rodrigues, a qual foi aceita, sem restrições e com aplausos pela plenária, para ser encaminhada imediatamente pela direção da CGTB.

Maria Aparecida também foi eleita, durante o evento, para dirigir a Secretaria Estadual da Mulher da CGTB.

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Segundo Juiz, lei Maria da Penha é diabólica!

Alegando ver um conjunto de regras diabólicas´ e lembrando que a desgraça humana começou por causa da mulher, um juiz de Sete Lagoas (MG) considerou inconstitucional a Lei Maria da Penha e rejeitou pedidos de medidas contra homens que agrediram e ameaçaram suas companheiras.

A lei é considerada um marco na defesa da mulher. Ora, a desgraça humana começou no Éden: por causa da mulher, todos nós sabemos, mas também em virtude da ingenuidade, da tolice e da fragilidade emocional do homem (...) O mundo é masculino! A idéia que temos de Deus é masculina! Jesus foi homem!

Em 12 de fevereiro, ele sugeriu que o controle sobre a violência contra a mulher tornará o homem um tolo. Para não se ver eventualmente envolvido nas armadilhas dessa lei absurda, o homem terá de se manter tolo, mole, no sentido de se ver na contingência de ter de ceder facilmente às pressões.

Também demonstrou receio com o futuro da família. A vingar esse conjunto de regras diabólicas, a família estará em perigo, como inclusive já está: desfacelada, os filhos sem regras, porque sem pais; o homem subjugado. Ele chama a lei de ´monstrengo tinhoso.

Rodrigues criticou ainda a mulher moderna, dita independente, que nem de pai para seus filhos precisa mais, a não ser dos espermatozóides. Em todos os casos em suas mãos, Rodrigues negou a vigência da lei em sua comarca.
Fonte: Diário do Nordeste

sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Mais um golpe no Sindicalismo Brasileiro

A inclusão das emendas 21 e 28 no projeto de lei que regulamenta as Centrais Sindicais como entidades de representação geral dos trabalhadores, dos deputados Augusto Carvalho (PPS/DF) e Antonio Carlos Pannunzio (PSDB/SP), respectivamente, causou indignação no meio sindical, que reagiu prontamente à iniciativa dos dois parlamentares.

A emenda de n° 21, torna a contribuição sindical facultativa, de modo que o desconto na folha de pagamento terá que ser autorizado, individualmente, pelo trabalhador. Já a emenda 28, determina que a aplicação dos recursos provenientes da contribuição sindical seja fiscalizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU).


Várias entidades e líderes sindicais se pronunciaram condenando as emendas, após sua aprovação na Câmara dos Deputados, em 17 de outubro. Ainda no plenário, o deputado e presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva (PDT/SP), alertou: “Isso pode ser a falência de alguns Sindicatos”. O relator do projeto, Vicentinho (PT/SP), lamentou que a aprovação das emendas rompeu um acordo firmado entre governo e Centrais, durante as negociações para elaboração do PL 1.990.
Fonte: Agência Sindical

terça-feira, 16 de outubro de 2007

Marcha pelo Mínimo 2008

Dirigentes da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical e União Geral dos Trabalhadores (UGT) aprovaram a realização da IV Marcha conjunta a Brasília no dia 5 de dezembro, dando prosseguimento à iniciativa responsável de 2004, 2005 e 2006 pelo maior aumento do salário mínimo em duas décadas.

sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Contrato de trabalho temporário não pode mais ser prorrogado automaticamente

Neste final de ano, as empresas e funcionários que trabalham com as chamadas vagas temporárias deverão ficar atentos para uma nova regra. Com a publicação da Instrução Normativa nº. 5, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em julho deste ano, o contrato temporário somente poderá ser prorrogado após a emissão expressa de autorização do órgão competente. A nova norma revogou a Instrução Normativa nº. 3, de 2004, que concedia autorização para a prorrogação automática desses contratos. Isso significa que, conforme a Lei que regula o trabalho temporário (nº. 6.019/74), o prazo de vigência do contrato não poderá exceder a três meses, com exceção dos casos em que houver autorização conferida pelo Ministério do Trabalho.
http://www.gestaosindical.com.br/administracao/materia.asp?idmateria=963

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Tunga oficial!

O governo conseguiu uma folgada maioria para aprovar a CPMF na Câmara. A tendência é que, daqui para frente, a queda-de-braço entre governo e oposição vá continuar. As acusações têm sido pesadas e o clima de muita discussão: negociações difíceis e cobranças de aliados e da oposição. O resultado do primeiro round foi favorável ao governo. A prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) por mais quatro anos foi aprovada em primeira votação na Câmara dos Deputados. Uma pouca vergonha!

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Conquistas dos Trabalhadores!

Hoje, queremos compartilhar com os trabalhadores que representamos alegria pelas nossas conquistas, pois, um de nossos principais objetivos é conseguir melhorias nas Convenções Coletivas. Podemos dizer, com muito orgulho, que os reajustes este ano foram maiores que o INPC do período. O valor do Vale Refeição/Alimentação chegou a ter aumento de 65%, na categoria de Contabilidade e Assessoramento; em Comissários e Consignatários (locação de bens móveis e casas lotéricas) o vale passou de R$ 50,00 para R$ 147,40/mês; Sociedades de Advogados obteve 33% de aumento no vale, o que é, sem dúvida, uma VITÓRIA HISTÓRICA, na categoria dos Agentes Autônomos. Isso tudo, porque o lema da nossa Diretoria é permanecer incansável buscando satisfazer qualquer necessidade dos nossos representados. Todos nós sabemos que funcionários com melhores salários e boa refeição, ficarão mais satisfeitos, trabalhando com sua auto-estima elevada e quem ganha com isso é o próprio empregador, pois, ele terá um parceiro feliz e mais produtivo.

Mas garanto ainda que temos muito... muito a fazer, queremos ainda muito mais, como pisos maiores, jornada de trabalho menor, principalmente pra as mulheres, que trabalham em até tripla jornada. Continuaremos lutando, e muito, em todos os segmentos que dizem respeito ao trabalhador, seja em Brasília, em São Paulo ou Judiaí sempre estamos presentes... agora contra a reforma previdenciária, na qual o governo quer mudar totalmente as regras, como a aposentadoria por tempo de contribuição, que se elevaria para 40 anos; por idade (67 anos para homem e 63 anos para mulher); e a mudança da carência de 15 anos para 25 anos até 2031.

Hoje, também queremos dizer-lhes que apesar de todas as crises pelas quais o Brasil passa, apesar de todas as falcatruas do nosso governo, que furta na maior cara dura, não querendo, por exemplo, abrir mão da CPMF, imposto provisório que para o governo significa eterno e que para nós não se transforma em hospitais, médicos, prontos socorros, remédios, não impedem que pessoas morram sem atendimento, que escolas e faculdades públicas atendam decentemente nossos filhos para que eles possam estudar e concorrer um dia a uma boa vaga de trabalho; ainda assim não iremos esmorecer.

Vamos continuar tentando mudar nosso país, no qual, hoje, as faculdades públicas oferecem vestibular nos quais só tem condições de passar o filhinho de papai, que desde a pré escola até o colegial estuda no melhor colégio pago da sua cidade, enquanto o filho do trabalhador só pode estudar na escola estadual, onde não aprende nem a ler direito.

Não podemos mais aceitar que senadores eleitos para defender o povo, absolvam um companheiro de acusações tão sérias, não é possível que nosso senado não veja o quanto seu presidente Renan Calheiros se porta indecorosamente acumulando suspeitas de sonegação e permite que ele continue em sua cadeira bem macia, envergonhando e rindo da nação, porque quem não é punido, só pode estar rindo de seus parceiros e principalmente do povo, que um dia acreditou em suas promessas.

É muito triste viver em um país assim, quando tudo o que nossa gente maravilhosa precisa é de um pouco do muito que lhes é furtado, para poder progredir e ter justiça social. Ainda assim, vamos continuar a lutar, lutar e lutar sempre por vocês, nossos representados!

Maria Aparecida Feliciani
Diretora Presidente

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Quem Exigir a Nota Fiscal Receberá de Volta 30% do ICMS Referente à Compra

O governador de São Paulo sacionou lei de devolução de ICMS aos consumidores que exigirem nota fiscal. A partir de 1º de outubro, os clientes que se identificarem pelo CPF ou CNPJ terão de volta, na forma de rateio, 30% do ICMS recolhido pelo estabelecimento comercial em que efetuaram sua compra.

A lei, batizada de Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal, prevê um cronograma de implantação do novo sistema. Os restaurantes serão o primeiro setor a aderir, em outubro. Em novembro, bares, lanchonetes e padarias também começarão a fazer parte. Segundo a Secretaria da fazenda paulista, até o final do primeiro semestre de 2008, todos os 750 mil estabelecimentos comerciais do estado deverão participar do programa.

Ao final de cada mês, os comerciantes deverão enviar à fazenda estadual as notas e cupons fiscais emitidos no período, calcular o imposto devido e pagá-lo. Se o prazo não for cumprido, o contribuinte sofrerá multa de 100 UFESP, o equivalente a R$ 1.423 por documento não apresentado. Do imposto pago mensalmente, 30% será dividido entre todos os consumidores cadastrados que efetuaram compras naquele estabelecimento, proporcionalmente ao valor de seus tíquetes.

Para compras feitas de janeiro a junho, o crédito poderá ser usado a partir de outubro do mesmo ano. Já para operações de julho a dezembro, o crédito estará disponível em abril do ano seguinte. A devolução do ICMS poderá ser depositada na conta corrente ou poupança, creditado no cartão de crédito ou abater o valor do IPVA. Também será possível transferir o crédito para outra pessoa. Os valores ficarão disponíveis por cinco anos.
Fonte: Revista Exame

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

FGTS perde 46 bilhões em correção monetária

A correção das contas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) pela TR (Taxa Referencial) causou perda de 28,7% nas contas dos trabalhadores. O cálculo foi feito pelo Instituto FGTS Fácil, uma ONG especializada sobre o fundo e divulgado pela imprensa.

A ONG estimou a perda para o patrimônio de todos os trabalhadores e tomou por base o patrimônio do FGTS de cerca de R$ 160 bilhões. Assim, a instituição calculou a perda em torno de R$ 46 bilhões.
http://www.fgtsfacil.org.br/index.asp?Parceiro=0

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Declaração Anual de Isento 2007

A partir de 03/09 os 6.913 correspondentes CAIXA Aqui e as nove mil casas lotéricas começam a receber a Declaração Anual de Isento do Imposto de Renda 2007. O declarante tem até o dia 30 de novembro para entregar o documento e será cobrado R$ 1 pelo recebimento da declaração.

São consideradas isentas as pessoas que tiveram rendimentos financeiros inferiores a R$ 14.992,32 em 2006. Não precisam declarar: as pessoas isentas que tiveram o número do CPF incluído em alguma declaração do Imposto de Renda do ano-base 2006, na condição de cônjuge ou dependente; pessoas inscritas no CPF em 2007 e outras pessoas dispensadas da apresentação da Declaração do Imposto de Renda.

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Negociações favoráveis ao Trabalhador

Quase a totalidade (97%) das 280 unidades de negociação registradas entre janeiro e junho deste ano foi capaz de recompor as perdas salariais acumuladas desde a última data-base com reajustes iguais ou superiores à variação do INPC, medido pelo IBGE.
(Fonte: Dieese)

terça-feira, 21 de agosto de 2007

II CNPM - buscando os direitos das mulheres

“Temos que ter acesso ao poder para exercer e transformar o poder. Então, precisamos, desde já, mexer nas estruturas dos partidos políticos e ocupar os nossos espaços”. A frase é de Betânia Ávila, representante do SOS Corpo – Instituto Feminista pela Democracia e resume bem o pensamento do movimento de mulheres e feministas durante a II Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (II CNPM) que aconteceu entre 17 e 20/08, em Brasília.

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

O tamanho da mordida!

O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) divulgou estudo sobre a carga brasileira de impostos, que neste ano vai ultrapassar a marca de 40%. Segundo o levantamento, em um ano de trabalho de um cidadão brasileiro, o valor recebido entre 1º de janeiro e 26 de maio, ou em 146 dias, será destinado totalmente ao pagamento de impostos, taxas e contribuições.

terça-feira, 14 de agosto de 2007

Câmara prepara o Trem da Alegria!

Um grande trem da alegria está pronto para ser votado na Câmara. Deverá levar estabilidade a 260 mil servidores que atualmente podem ser demitidos, transformando em funcionários públicos efetivos, trabalhadores que hoje são temporários e que não fizerem concurso público. Permitirá também que pessoal requisitado de Estados e Municípios seja efetivado em suas funções.

A idéia é abrir a porteira do serviço público para que nele adentrem os apadrinhados políticos, numa clara violação aos princípios constitucionais da moralidade, legalidade, igualdade e transparência, tornando sem efeito a forma mais democrática de ingresso no serviço público, que se dá através de concurso público de provas e títulos. É...

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Um ano da Lei Maria da Penha

Em 7 de agosto foi sancionada a Lei Maria da Penha que criou mecanismos mais rígidos para punir a violência doméstica contra a mulher. As denúncias aumentaram, mas a justiça ainda não tem estrutura para julgar com rapidez os agressores.


O combate a violência contra a mulher é uma tarefa que exige intenso envolvimento e compromisso do Estado e da sociedade brasileira, sendo necessário um urgente ordenamento jurídico, adequado e coerente com as expectativas e demandas sociais, que atendam a aplicação da lei de enfrentamento à violência contra as mulheres.

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Jundiaí de olho nas calçadas!

Está em fase final o novo decreto da prefeitura que impõe regras para as calçadas de toda cidade. O poder público distribuirá uma cartilha à população com as determinações técnicas e analisará bairro por bairro para notificar os proprietários de áreas de passeio que estiverem em desacordo. Bom para os pedestres que poderão caminhar com mais segurança!

segunda-feira, 30 de julho de 2007

Mais que o mínimo!

Dezenas de pessoas deficientes ganham dinheiro nos semáforos de Jundiaí. Elas não gostam de pedir esmolas ou de vender objetos para os motoristas, mas nem pensam em abandonar a rotina por causa da rentabilidade do negócio: nenhuma ganha menos de R$ 20 por dia. Ao mês, é possível receber R$ 600, limpos e sem impostos, se encarar as ruas de segunda a segunda. Aqueles que preferem trabalhar nos dias úteis, durante cerca de cinco horas, se contentam com R$ 400 - mais que o salário mínimo do País, atualmente em R$ 380.

segunda-feira, 23 de julho de 2007

Novo Disque Caixa: 0800-726 0101

O Disque CAIXA, telefone de informações da Caixa Econômica Federal passa a atender no número 0800-726 0101. O canal atenderá questões relativas ao PIS, Abono, Bolsas e Programas Sociais, FGTS, Seguro Desemprego, Habitação, Produtos e Servigos da CAIXA.

O servigo estará disponível para atendimento das 07 às 20 horas, de segunda à sexta-feira, exceto em feriados nacionais. No caso do PIS, o atendimento podera ser feito todos os dias da semana, 24 horas por dia.O número 0800-5740505, que atende os correntistas da CAIXA, Pessoa Física e Jurídica, não foi alterado. Nos números antigos serão mantidas, por 90 dias, com a interceptação de ligações com mensagem informando o novo número de atendimento.

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Mais uma vergonha!

Imagens divulgadas pela TV mostram o assessor da presidência Marco Aurélio Garcia fazendo gestos obscenos após saber de problemas na turbina do avião da TAM que explodiu na última terça-feira no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.
Uma clara demonstração de satisfação ao pressentir que o governo poderá varrer sua incompetência para baixo do tapete, além de caracterizar um deboche com as famílias enlutadas e com uma nação inteira. Mai uma vergonha pública e nacional.

quarta-feira, 18 de julho de 2007

Tragédia Anunciada - Vôo 3504 Tam

O ponto comum nas grandes tragédias brasileiras é sempre o mesmo: governos incompetentes e empresas capitalistas reduzem custos insensatamente, jogando com a vida dos cidadãos, que vale muito pouco neste país. Nosso respeito aos mortos e solidariedade às famílias.

terça-feira, 17 de julho de 2007

Jundiaí é uma das 100 melhores cidades para se fazer carreira

A capa da revista Você S.A. do mês de julho traz uma pesquisa exclusiva sobre as 100 melhores cidades para fazer carreira. Jundiaí está entre elas, e com destaque, já que ocupa a 34ª posição, na frente de cidades como Piracicaba, Uberlândia, Bauru e Sorocaba, e até de capitais como Campo Grande, São Luís e Palmas. O levantamento foi feito pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro (FGV-RJ). Entre os ítens analisados estão: oferta de cursos superiores e especializações, além de vigor econômico e oferta de serviços de saúde.

quarta-feira, 11 de julho de 2007

Aborto X Crime

"Se considerarmos que o aborto é um crime, todos os dias, 780 mulheres teriam que ser presas". Com mais este argumento, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, defendeu, novamente, a descriminalização do aborto no País.
Leia a íntegra: http://www.pco.org.br/conoticias/mulheres_2007/1jul_aborto_se_considerarmos.html

terça-feira, 3 de julho de 2007

Grávida e demitida?

Se a funcionária for despedida sem justa causa e descobrir-se grávida, o ato da demissão poderá ser declarado nulo. Basta a empregada notificar comprovadamente seu empregador imediatamente após tomar conhecimento de seu estado.

Na hipótese de não haver o cancelamento da rescisão e o retorno ao emprego, a funcionária deverá procurar imediatamente o serviço jurídico do Seaac para o ajuizamento de Ação Trabalhista.

terça-feira, 26 de junho de 2007

Centrais Sindicais serão legalizadas

A CGTB, CUT, FS, NCST, CAT, CGT e SDS chegaram a uma proposta consensual com o Ministério do Trabalho para que as centrais sindicais sejam incluídas na estrutura sindical. A proposta já foi enviada ao Congresso através de MP, que dará forma legal a algo que já é uma realidade

As centrais sindicais como as entidades de maior representação dos trabalhadores, que englobam, organizam e dirigem as suas lutas, constituem um dos principais pilares da democracia brasileira, uma vez que representam o maior segmento social. Ou seja, na medida em que avança a organização dos trabalhadores – cuja maior expressão maior são as centrais – se fortalece ainda mais a democracia em nosso país. Aliás, a contribuição do movimento sindical à democracia tem crescido ao longo dos anos, não apenas em termos de quantidade, mas, principalmente, de qualidade.

A regulamentação das centrais é uma grande conquista dos trabalhadores brasileiros e deve acontecer muito breve, segundo o ministro do trabalho, Carlos Lupi.

quinta-feira, 21 de junho de 2007

Av. Nove de Julho - Jundiaí

Veja alguns números deste logradouro: está em 9º lugar entre os 100 maiores contribuintes do município em arrecadação de IPTU - em 2006, o logradouro foi responsável por R$ 411 mil dos R$ 50 milhões obtidos com o imposto, de acordo com a Secretaria de Finanças. Quando o assunto é vida noturna, ela é o ponto principal do encontro de jovens na cidade. Se o tema é acidente de trânsito, a via aparece na terceira posição entre aquelas que apresentam o maior número de ocorrências no município.

quinta-feira, 14 de junho de 2007

Trem da Alegria!

Silenciosamente, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 333/2004 chega a pauta de votações na Câmara dos Deputados, alterando o número de vereadores nas casas legislativas de todo o País, de acordo com a população de cada cidade. Assim, à margem da reforma política, se aprovada, a matéria aumentará o número de parlamentares municipais em milhares de municípios, depois desse número ter sido reduzido ainda há pouco tempo. Infelizmente a matéria tem relativo consenso na Câmara. Mais um vagão para o trenzinho da alegria!

segunda-feira, 11 de junho de 2007

Acessa Jundiaí

Ao completar um ano de atividades a unidade do Acessa Jundiaí, instalada no Situ da Vila Rami, registra 27.608 atendimentos, com 1258 pessoas cadastradas e um total de 628.263 páginas acessadas e cerca de 1130 páginas impressas. Os números confirmam o sucesso do projeto de inclusão social que vem sendo desenvolvido pela prefeitura. O Acessa Jundiaí é um serviço que oferece uso gratuito de computadores para a população e está disponibilizado nos terminais Colônia, Vila Arens, Cecap, Eloy Chaves, além do Acessa São Paulo, no Centro das Artes, e no Fundo Social de Solidariedade.

Os usuários do Acessa Jundiaí contam com monitores especializados da rede de ensino universitária, que orientam em todos os tipos de utilização da Internet. O público pode utilizar o Acessa Jundiaí de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17 horas. Para se cadastrar gratuitamente, o interessado deve apresentar o documento de identidade (RG). Menores de 16 anos devem apresentar documento assinado por um responsável legal. Após cadastrado, o uso é liberado, inclusive, para sites de relacionamento.

sexta-feira, 8 de junho de 2007

Abraços Grátis!

A manhã fria foi aquecida por um ato de solidariedade no Centro de São Paulo. Estudantes marcaram presença na Rua 13 de Maio, em frente a Igreja Catedral, segurando uma placa com os dizeres: "Abraços Grátis". Muitos curiosos pararam e aderiram ao movimento. Foram dezenas de abraços de homens, mulheres, crianças durante o dia.


A campanha do "Abraços Grátis" já é febre no mundo inteiro e a cada dia ganha mais adeptos. A idéia surgiu na Austrália, em 2004, quando o jovem Juan Mann, com 22 anos, voltou de Londres para Sidney. Como não tinha ninguém para recebê-lo - ele tinha acabado de romper com a namorada e enfrentava conflitos com a família -, sentiu falta de um abraço. Fez um cartaz escrito "Free Hugs" (abraços grátis) e saiu às ruas em busca de afeto.


As pequenas manifestações as vezes tem mais efeito que as grandes, pois, não se deve avaliar as coisas pelo tamanho mas sim pela sinceridade e intensidade, o que faz com que o movimento ganhe cada vez mais força pelo Brasil, com comunidades no Orkut organizando encontros em várias cidades e com fãs e adeptos da prática distribuindo abraços gratuitamente, sem quaisquer fins lucrativos!
(Foto: http://www.abracosgratis.com.br/)

quinta-feira, 31 de maio de 2007

Aumento Salarial do Presidente, Parlamentares e Ministros

O Plenário do Senado aprovou, Projeto de Decreto Legislativo que fixa os salários dos deputados e dos senadores em R$ 16.512,09, com reajuste de 29,81% relativo à inflação de dezembro de 2002 a março de 2007.
Em seguida foi acolhida também proposta que reajusta os subsídios mensais do presidente e do vice-presidente da República, bem como dos ministros de Estado. O salário do presidente será elevado para R$ 11.420,21. Já o vice e o ministro passarão a receber R$ 10.748,43.
A proposta já foi aprovada pela Câmara e falta a promulgação do Congresso Nacional, o que deve ocorrer ainda nesta semana. Após isso, a promulgação é publicada no Diário Oficial do Congresso.
Agência Senado - 30/05/2007 - 19:49

quarta-feira, 30 de maio de 2007

Aprovado um dia de dispensa por ano para mulheres irem ao médico

Projeto de lei que foi aprovado na Câmara em 10/05 prevê que as mulheres tenham um dia de dispensa por ano para irem ao médico. A lei agora tem que ser sancionada pelo presidente da República. O projeto, de autoria do deputado Ricardo Izar (PTB-SP), determina o encaminhamento da mulher, servidora pública ou de empresa privada, ao Sistema Único de Saúde (SUS) ou a instituições privadas conveniadas que farão uma notificação oficial para justificar a falta. O texto garante ainda outros dias de dispensa caso necessário à retirada dos resultados dos exames e a procedimentos recomendados pelo médico.

terça-feira, 22 de maio de 2007

Por um mundo de Paz. Mulheres em Luta!

Na sala Rios Reina do Teatro Teresa Carreño, dia 9 de abril, em Caracas, Venezuela, se deu o inicio ao XIV Congresso da Federação Democrática Internacional de Mulheres (FDIM, presidido por Márcia Campos (brasileira) com a presença das representantes femininas de várias partes da Terra. Foi dado boas vindas a mais de 400 delegadas de 81 países de todos os continentes do planeta.
O Brasil foi representado pela Federação de Mulheres Paulista/CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil), com uma delegação de 50 mulheres, entre elas a presidente do SEAAC DE JUNDIAÍ E REGIÃO, Maria Aparecida Feliciani.

terça-feira, 15 de maio de 2007

Aumenta o número de mulheres chefes de família

De acordo com a pesquisa “O Trabalho da Mulher Principal Responsável no Domicílio”, as mulheres responsáveis pelo sustento da família passaram de 25,6% do total de ocupadas, em 2006 para 28,1%, crescimento de 2,5 pontos percentuais.

sexta-feira, 4 de maio de 2007

CGTB e centrais em alerta máximo!

As centrais sindicais reafirmam sua posição contrária à emenda 3 e a favor do veto presidencial. Os trabalhadores têm clareza de que a retirada de poder da fiscalização vai criar um ambiente extremamente favorável a maus empregadores que preferem ter funcionários disfarçados de prestadores de serviço e, assim, eliminar direitos básicos dos trabalhadores.

quinta-feira, 3 de maio de 2007

Unir para progredir!

Esse é o pensamento que motiva vereadores de oito cidades da região a buscar o desarquivamento do Projeto de Lei Complementar 11, de 2003, da Assembléia Legislativa do Estado. O objetivo é transformar Jundiaí num pólo de aglomeração urbana, reunindo uma população de mais de 1 milhão de habitantes. A matéria, de autoria do prefeito Ary Fossen, então deputado estadual, beneficiaria os municípios vizinhos com a vinda de mais verbas do Governo do Estado e da União.

quinta-feira, 26 de abril de 2007

Legalização das centrais pode ser anunciada no 1º de maio

O ministro do Trabalho Carlos Lupi garantiu que o reconhecimento legal das centrais sindicais está para ser aprovado. Uma medida provisória ou um decreto sobre o tema e que garante os recursos para o financiamento da estrutura sindical está sendo negociado com o movimento sindical. O objetivo é anunciar o acordo histórico nas comemorações do Dia do Trabalho.

Dia Mundial do Trabalho - 1o de Maio

Trabalhador... Preste o melhor serviço de que é capaz; seja corajoso com relação ao futuro, apesar de não saber o que irá ocorrer. O triunfo é o resultado do esforço consciente e eficaz!

quarta-feira, 25 de abril de 2007

30 de abril - Dia Nacional da Mulher

"Esta é mais uma ocasião para continuar a investigação sobre a condição feminina no Brasil e a busca incessante de soluções." (Catarina Cecin Gazele)

segunda-feira, 23 de abril de 2007

Trabalhadores protestam novamente contra a Emenda Aditiva 3

Hoje, foi mais um dia de mobilização nacional, em que atos públicos e manifestações aconteceram em Brasília e nos Estados, para impedir que o veto à Emenda Aditiva 3 seja derrubado.

quinta-feira, 19 de abril de 2007

Globalização Sindical

Sindicatos planejam fusão internacional: os dois maiores sindicatos de trabalhadores da indústria dos EUA e do Reino Unido firmaram um acordo que abre caminho para a primeira fusão sindical internacional. O United Steelworkers (USW), sediado em Pittsburgh, no estado americano da Pensilvânia - maior sindicato industrial da América do Norte - e o britânico Amicus - o maior dos setores industrial e de serviços do Reino Unido -, com sede em Londres, planejam criar uma entidade global que teria quase 2 milhões de filiados. O sindicato poderá mobilizar mais facilmente trabalhadores de uma empresa com filiais em diversos países, promovendo campanhas, manifestações e greves conjuntas.

segunda-feira, 16 de abril de 2007

Mais um ataque aos direitos trabalhistas

O presidente da Comissão de Trabalho da Câmara, deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP), entregou na última quarta ao ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT), esboço de uma proposta de modelo alternativo de relações de trabalho, que cria um sistema optativo. Nele, trabalhadores receberiam por tarefa executada, ganhando o pagamento bruto, sem descontos de qualquer espécie, como o previdenciário. Este é mais um movimento para cortar direitos garantidos dos trabalhadores. Dá bem a medida dos políticos eleitos pelo povo, para trabalhar para o povo!

quinta-feira, 12 de abril de 2007

Emenda 3 - Parlamentares recuam

Graças aos esforços dos trabalhadores que por todo país manifestaram-se contra a derrubada do veto presidencial à emenda 3, o Congresso comprometeu-se a abandonar o projeto que abria caminho para que empresas transformassem um empregado em pessoa jurídica, burlando a CLT e acabando com a CTPS. Ponto para os trabalhadores!

segunda-feira, 9 de abril de 2007

Desespero e Humilhação atingem Trabalhador Doente

A montanha de reclamações contra o INSS cuja premissa básica tem sido a liberação de trabalhadores com doenças profissionais ou acidentados sem condições de exercer suas funções, se acumula a cada dia. Desespero e humilhação são os sentimentos dos trabalhadores doentes que precisam recorrer ao pedido de auxílio-doença. Por isso os trabalhadores se mobilizam e o grito é um só: "Perito! Preste atenção, trabalhador não é vagabundo não!"

segunda-feira, 2 de abril de 2007

Direitos Trabalhistas sob ataque!

"A Emenda 3, colocada de contrabando no projeto da Super Receita, é um ataque aos direitos elementares dos trabalhadores. Os patrões pretendem com este golpe legalizar uma fraude trabalhista, transformar seus funcionários em pessoas jurídicas e assim abrir caminho para acabar com as férias, o 13º salário, o descanso semanal remunerado, o FGTS, a licença-maternidade, o vale-transporte, o vale-alimentação, a assistência médica e previdenciária". (Quintino Severo)

quarta-feira, 28 de março de 2007

Congresso de Mulheres

Mulheres representantes de entidades femininas de todos os continentes, se unem pela paz, pela construção de um mundo mais fraterno e solidário, com progresso e desenvolvimento para o conjunto das nações .
O Seaac Jundiaí não poderia ficar de fora deste movimento e estará representando todas as mulheres das categorias EAA de sua região.

sexta-feira, 23 de março de 2007

86% dos acordos salariais batem inflação em 2006

Dado é o melhor desde início da pesquisa do Dieese, em 1996, mas salários ainda estão longe de recuperar perdas passadas.

terça-feira, 20 de março de 2007

Água: É preciso mudar hábitos para sobreviver!

O crescente agravamento da falta de água deveria levar as pessoas a estabelecer uma nova forma de pensar e agir, inclusive mudando seus hábitos, usos e costumes. Essa nova forma de pensar e agir deveria visar o crescimento econômico respeitando a capacidade dos recursos do meio ambiente, sobretudo a água.

A consciência ambiental precisa ser despertada em todas as camadas da sociedade. Pequenos cuidados já são de grande valia, como usar a mesma água para diferentes finalidades, por exemplo, a água usada para lavar roupa é depois usada para lavar o quintal; evitar vazamentos; regar jardins e plantas na parte da manhã ou no final da tarde; lavar o carro eventualmente; não lavar calçadas, apenas varrer; não instalar válvulas de descarga nos vasos sanitários e sim caixas de descarga, que são mais econômicas e produzem o mesmo resultado e conforto.

Recurso natural de valor econômico, estratégico e social, essencial à existência e bem estar do homem e à manutenção dos ecossistemas do planeta, a água é um bem comum a toda a humanidade. A conscientização e a educação do povo, do consumidor, dos políticos que fazem as leis são fundamentais.

Racionalizar o uso da água não significa ficar sem ela periodicamente. Significa usá-la sem desperdício, considerá-la uma prioridade social e ambiental, para que a água tratada, saudável, não falte para ninguém.

quinta-feira, 15 de março de 2007

Dia Mundial do Consumidor - 15 de março

A data é considerada importantíssima, por comemorar um nova era nas relações comerciais. Aqui há muito a comemorar, pois, o código brasileiro é moderno e tem ajudado a sociedade a conseguir vários avanços, atendendo as necessidades do consumidor, ensinando o consumidor a defender-se e obrigando as empresas a melhorar o atendimento ao consumidor. Ponto para o código de defesa do consumidor!
A Diretoria

segunda-feira, 12 de março de 2007

Novo Mínimo ajudará a reduzir desigualdade

O aumento no valor do salário mínimo para R$ 380 a partir de abril terá um impacto direto e positivo no "índice de desigualdade na distribuição de renda", dizem os economistas. Você também acredita nisso?
A Diretoria

sexta-feira, 9 de março de 2007

22 de Março - Dia Mundial da Água

Segundo a ONU, 50% da taxa de doenças e morte nos países em desenvolvimento ocorrem por falta de água ou pela sua contaminação. Todos tem o direito de usufruir da água e o dever de preservá-la!

21 de Março - Dia Internacional da Luta pela Eliminação da Discriminação Racial

Todos os anos, as Nações Unidas assinalam o aniversário do massacre de Sharpeville, chamando a atenção para a luta constante contra todas as formas de dicriminação racial. Mas, apesar de décadas de esforços para erradicar este problema, o vírus do racismo continua a infectar as relações e as instituições humanas, em todo o mundo!

segunda-feira, 5 de março de 2007

Tráfico de Mulheres (2)

Segundo dados da Polícia Federal, houve a abertura, em 2005, de 119 inquéritos para investigar o tráfico de brasileiras para Portugal e Espanha, entre outros países. Informações publicadas no jornal O Globo mostram que, em 2002, este número era três vezes menor. De 2000 a 2005, a PF abriu 372 inquéritos sobre mulheres brasileiras que foram vendidas para Portugal, Espanha, Suíça e até para o Suriname.

Dados da ONU mostram que as redes de prostituição podem faturar até US$ 30 mil com cada mulher traficada (A Gazeta do Povo, 25/2/2007). Depois do narcotráfico e do contrabando de armas, o tráfico de mulheres é o negócio ilegal de maior lucratividade no mundo.

A prostituição é umas piores formas de opressão da mulher, que é jogada nesta condição deprimente por conta da total falta de perspectiva de ter uma vida melhor. (Fonte: Causa Operária online)

O fato é que o tráfico de mulheres é uma forma moderna de escravatura. Todos os anos milhares são levadas de um país para outro, como parte do comércio de seres humanos. Embora o principal objetivo deste comércio seja a exploração sexual, serve ainda como fonte de trabalho ilegal.

O tráfico representa uma forma mais grave de violência sexualizada que é incompatível com o princípio da igualdade entre sexos. As mulheres atingidas pela pobreza são particularmente vulneráveis aos traficantes, que têm como motivação o lucro e, em muitos casos, estão envolvidos no crime organizado. O tráfico de seres humanos é uma forma grave de crime organizado e constitui uma grave violação dos direitos humanos.

No Brasil a exploração sexual não tem ligação apenas com a pobreza e a exclusão social, trata-se de um problema que também está relacionado com questões culturais como o machismo e as relações de poder entre adultos e crianças, brancos e negros, ricos e pobres.

A Lei Maria da Penha prevê que o Brasil adotará medidas que permitam a recuperação física, psicológica e social das vítimas do tráfico de pessoas, ou seja, a partir dos relatos destas mulheres e meninas, expostas a esse tipo de abuso, iremos criar de fato no Brasil um ambiente político e social que dê conta de combater e prevenir este crime.

A Diretoria

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Tráfico de Mulheres (1)

Relatório da Organização Internacional de Migrações (OIM) revelou que o tráfico de mulheres movimenta cerca de U$32 bilhões por ano no mundo inteiro. Cada mulher, internacionalmente, pode ser vendida a uma rede de exploração sexual por um valor que varia entre 100 e 1.600 dólares e geram, aos seus explorados, um lucro líquido de 13 mil dólares. Só do Brasil e Caribe, as vítimas somam cerca de 100 mil mulheres.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

Igualdade quando????

Apesar de ter diminuído nos últimos anos, ainda persiste a desigualdade entre homens e mulheres no que diz respeito ao valor dos salários. Projeção do BNDES revela que somente em 75 anos essa diferença terminará. É tempo demais!!!!

Participação das Mulheres...

No Brasil, segundo o IBGE as mulheres constituem a maioria da população brasileira. Dos 169.799.170 brasileiros, 50,78% são mulheres e 49,22% são homens. Entretanto, ainda segundo o instituto, as mulheres são minoria no mercado de trabalho (44,3% de participação feminina e 55,7% de participação masculina).

No Brasil do trabalho, segundo a OIT, de cada 10 cargos executivos existentes nas grandes empresas, apenas um é ocupado por mulheres. No nível de gerência, dois cargos são das mulheres e oito dos homens. Nas chefias, as mulheres são três e os homens, sete. As mulheres também estão em menor número no chão das fábricas e nos cargos funcionais
e administrativos: 3,5 contra 6,5.

No Brasil sindical de cada 100 brasileiros sindicalizados, pouco mais de 36 são mulheres. Pesquisa do IBGE indica que esta baixa participação acontece tanto na composição do quadro associativo, quanto nas diretorias sindicais. Mesmo quando estão presentes nas diretorias, as mulheres geralmente não ocupam os cargos considerados mais importantes, que são: presidência, secretaria geral e tesouraria.

No Brasil político, somente em 1932 as mulheres conquistaram o direito de votar e de se candidatar. De lá para cá, houve uma evolução tanto democrática quanto populacional. Hoje as mulheres são maioria no eleitorado e minoria em cargos de poder.

A discussão em torno da participação das mulheres, nos segmentos político e sindical do país, requer um debate franco e claro no que se refere ao poder. Requer a adoção de medidas compensatórias que estimulem, garantam condições práticas, preparem e produzam mudanças mais radicais nas estruturas de poder e que busquem desafiar os atuais modelos de representação e participação, já que o reconhecimento das diferenças é fundamental para a conquista da igualdade entre homens e mulheres. Garantir a presença e a participação das mulheres requer o estabelecimento de condições favoráveis como creches, horários de reuniões compatíveis com a existência da dupla jornada de trabalho e as responsabilidades familiares.

Vale lembrar que ao aumentar de maneira efetiva a influência da mulher em todos os níveis da sociedade organizada, aumentam as possibilidades de mudança em direção à igualdade entre os gêneros, assim como fica mais curto o caminho para uma sociedade justa e democrática.

A Diretoria

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

Corrupção nas Eleições de 2006

Uma pesquisa do Ibope, encomendada pela Transparência Brasil e pela União Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle, retratou a relação entre eleitores e candidatos nas eleições do ano passado. O resultado não é nada animador. Saiba mais neste endereço:

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Combate à Dengue: Questão de Consicência

De acordo com levantamento da Seção de Controle de Zoonoses, da Prefeitura de Jundiaí, o município possui hoje 138 focos do mosquito Aedes Aegypti, o transmissor da dengue. Os focos do Aedes estão espalhados em toda a cidade, inclusive na região central. Desde o ano passado, agentes comunitários de saúde têm visitado pontos estratégicos da cidade, descobrindo que 80% das residências de Jundiaí estão com o ambiente ideal para a proliferação do Aedes.

A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente, em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em conseqüência da dengue.

Infelizmente no Brasil e em nossa região a estória não é muito diferente e por um motivo bem simples. A dengue tem de ser combatida todos os dias, durante todo o ano e não apenas quando chega o verão ou o agente de saúde bate em nossa porta para nos convocar ao trabalho.

Devemos nos lembrar sempre que a reprodução do mosquito ocorre em qualquer recipiente utilizado para armazenar água, tanto em áreas sombrias como ensolaradas e que o ovo do mosquito pode ficar até um ano sem a presença da água mas, com o líquido, ele eclode e libera a larva, dando continuidade ao ciclo. Em 10 dias, a larva se transforma no inseto, pronto para nos infectar.

Assim, a prevenção e as medidas de combate devem ser encaradas como a necessidade de tomar banho todos os dias, ou escovar os dentes, exigindo a participação e a mobilização de toda a comunidade a partir da adoção de medidas simples, que possam interromper o ciclo de transmissão e contaminação. Caso contrário, as ações isoladas não serão suficientes para acabar com os focos da doença. De nada adianta eu limpar meu quintal se o mosquito vem do quintal do meu vizinho. O combate efetivo à dengue passa por uma tomada de consciência coletiva.

Cabe a cada um de nós fazer a sua parte!

A Diretoria

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Fraudes no FGTS

Nos 40 anos de vida do FGTS, R$ 197 bilhões foram desviados do fundo dos trabalhadores. Precisamos mudar isso, mudando a lei. Participe desta campanha. Saiba como, no link abaixo:
http://www.fgtsfacil.org.br/justica/

quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

Será Possível????

Lula quer avançar sobre o patrimônio do trabalhador (FGTS), usando o dinheiro no Plano de Aceleração do Crescimento - PAC e entregando o fundo à uma gestão duvidosa. Os trabalhadores estão em alerta.
A Diretoria

quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

Habitação em Jundiaí

O orçamento inicial previsto para habitação em 2007, na região de Jundiaí, é de R$ 100 milhões, com perspectivas de incremento de recursos dependendo da demanda dos municípios. Essa é uma das informações prestadas pelo superintendente regional em exercício da Caixa, em Jundiaí, Luiz Henrique de Carvalho.

Em 2006, em Jundiaí, foram investidos cerca de R$ 184 milhões. No país,foram atendidas, na área habitacional, mais de 600 mil famílias, das quais 73% de renda mensal bruta de até cinco salários mínimos. Sabemos que o problema habitacional é grande e que muito ainda há por fazer. Mãos a obra, pois!
A Diretoria

quinta-feira, 11 de janeiro de 2007

Pagando para estacionar...

A instalação do estacionamento rotativo na região da Vila Arens voltará a ser discutida neste ano. Há seis anos a idéia é cogitada.

Comerciantes da área estão divididos em suas opiniões sobre este assinto. Muitos acreditam que a rotatividade criada nos locais reservados para estacionar melhoraria os negócios, enquanto outros argumentavam que os pequenos negócios onde são geralmente feitos serviços rápidos, seriam prejudicados com a cobrança. Por conta disso a Câmara dos Dirigentes Lojistas ainda não se posicionou sobre o assunto, esperando que a secretaria de trânsito do município esclareça melhor o funcionamento do estacionamento regulamentado.

A realidade é que o estacionamento naquela área terá que organizado em algum momento que não está muito longe, independente que aprovação ao não por parte dos comerciantes e o cidadão comum que deseja utilizar seu veículo e parar nas ruas comerciais terá de meter a mão no bolso para pagar por este conforto!

A Diretoria
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...