.

.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Capacitação profissional gera emprego e renda melhor aos jovens


A maioria dos jovens que passaram por cursos de qualificação profissional conquistaram uma oportunidade no mercado de trabalho e tiveram seus rendimentos ampliados em relação ao primeiro emprego. É o que revela recente levantamento realizado pelo Formare, projeto social desenvolvido pela Fundação Iochpe, para capacitar e qualificar jovens de baixa renda em parceria com a iniciativa privada.

O estudo, realizado em março deste ano com 531 ex-alunos do Formare, em todo o Brasil, com idade mínima de 19 anos, mostra que 80 por cento dos entrevistados estão empregados e com renda média de R$ 1,2 mil. Ainda de acordo com a pesquisa, a maior parte dos estudantes tem renda superior à verificada no primeiro emprego. Para 57,2 por cento da base consultada, os rendimentos do trabalho atual variam de R$ 700 a R$ 1999. No primeiro emprego, 52,3 por cento declararam que os rendimentos não ultrapassavam R$ 699.

Núcleo de Apoio à Aprendizagem de Jundiaí reinicia atividades


O NAA (Núcleo de Apoio à Aprendizagem) da Secretaria de Educação, que funciona no Espaço Pedagógico, no Complexo Argos, reinicia as atividades na próxima segunda-feira (27). Ele atende crianças da rede municipal de ensino com dificuldade de aprendizagem que são encaminhadas pela escola em que estudam.

Segundo o secretário de Educação, Durval Orlato, o serviço no Núcleo foi ampliado e melhorado. Ao todo, o NAA atende no momento 375 crianças de 6 anos a 10 anos do Ensino Fundamental 1. Com a nova composição, a equipe multidisciplinar, que avalia e acompanha a criança, é composta por um neurologista, dois psicólogos, três psicopedagogos, três fonoaudiólogos e um assistente social.

Ao chegar ao Núcleo, a criança é avaliada pelos profissionais e encaminhada às sessões de terapia de 30 minutos a 40 minutos, de acordo com a necessidade. Bimestralmente, elas passam por avaliação da equipe, que orientará a escola na forma de procedimento adequado para cada caso.

Além da equipe técnica que avalia as crianças, o NAA conta com uma supervisora do Núcleo de Políticas Públicas para Inclusão, e dois coordenadores pedagógicos. Os especialistas fazem também diagnóstico de dislexia e déficit do processamento auditivo. A criança só é liberada quando apresentar avanço e autonomia para aprendizagem.
Fonte: Prefeitura Jundiaí

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Brasileiro trabalha quase cinco meses só para pagar imposto


A renda do brasileiro, comprometida com os impostos, só fez aumentar nos últimos anos, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (Ibpt). Se em 2003, ele teve de destinar 36,98 por cento de seu rendimento bruto para pagamento de impostos, em 2012 essa fatia subiu para 40,98 por cento. Em relação à década de 70, hoje se trabalha o dobro de tempo para pagar tributação.

O contribuinte brasileiro paga atualmente 63 tributos que incidem tanto sobre a renda, como o Imposto de Renda, a contribuição previdenciária, impostos embutidos nos preços de produtos e serviços, como o ICMS e o IPI, além da tributação do patrimônio (IPTU e IPVA), e taxas como limpeza pública, coleta de lixo, emissão de documentos e iluminação pública.

Entra em vigor lei que fixa prazo para início de tratamento de câncer pelo SUS


A partir de hoje (23), pacientes com câncer deverão iniciar o tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) até 60 dias após o registro da doença no prontuário médico. A determinação consta da Lei 12.732/12, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em novembro do ano passado, que entra em vigor nesta quinta-feira.
Fonte e foto: Ag Br

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Hoje é o Dia do Abraço!


O Dia do Abraço é comemorado todos os anos no dia 22 de maio. O abraço é uma demonstração de carinho, afeto ou amizade que está presente em todas as culturas, mas alguns povos são mais "abraçadeiros" do que outros, como o brasileiro.

No Dia do Abraço existem atividades de comemoração que envolvem muitos abraços ou pessoas oferecendo abraços grátis! A melhor maneira de desejar para alguém um Feliz Dia do Abraço é dando um abraço!

Por isso, não vamos perder esta oportunidade de enviar um enorme abraço para todos os trabalhadores EAA!

Aposentado a partir de 1999 poderá ganhar nova revisão


O segurado do INSS que teve uma aposentadoria por idade concedida a partir de 1999 e recebeu auxílio-doença terá mais chances de conseguir uma revisão do benefício.

Atualmente, a Previdência não conta, nos postos, o período em que o segurado recebeu auxílio-doença para a contagem de tempo mínimo exigido no benefício por idade, chamada de carência.

Por isso, em janeiro de 2009, o Ministério Público do Rio Grande do Sul entrou na Justiça com uma ação civil pública pedindo que o INSS passasse a fazer esse reconhecimento.

Dessa ação resultou um acordo entre o ministério e o INSS: o instituto aceitou fazer a inclusão do auxílio na aposentadoria por idade. No entanto, queria que houvesse um prazo-limite para os segurados pedirem a revisão.
Fonte: Agora

terça-feira, 21 de maio de 2013

Mais de um milhão de trabalhadores não recebeu o PIS


De acordo com a secretaria de Políticas Públicas de Emprego do MTE, mais de 1 milhão de trabalhadores ainda não foram sacar o benefício do Abono Salarial referente à 2012/2013. O prazo para saque se encerra no dia 28 de junho e o Ministério do Trabalho e Emprego vem, desde o mês passado, notificando aqueles que ainda não foram buscar o benefício no valor de R$ 678,00. 

O Abono Salarial PIS/PASEP é um benefício a que tem direito todo trabalhador que tenha tido vínculo empregatício por pelo menos 30 dias no ano anterior ao exercício e recebido, em média, 2 salários mínimos, além de estar cadastrado no programa PIS/PASEP por pelo menos 5 anos e informado pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)

Como receber - Os trabalhadores inscritos no PIS recebem o abono nas agências da Caixa e os inscritos no PASEP no Banco do Brasil. Aqueles que tiverem Cartão Cidadão da Caixa, com senha cadastrada podem fazer o saque em casas lotéricas, caixas de auto-atendimento e postos do Caixa Aqui. Para retirar o dinheiro, devem apresentar um documento de identificação e o número de inscrição no PIS ou no Pasep.
Fonte: Blog do Trabalho

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Saiba como pedir a desaposentação - Palavra final, entretanto, será dada pelo Supremo Tribunal Federal


É possível pedir a troca de aposentadoria na Justiça Federal com ou sem advogado, mas é preciso seguir algumas regras. O aposentado que continua no mercado de trabalho ou à ele voltou após sua inatividade, e portanto, está recolhendo contribuições ao INSS, poderá aumentar seu benefício, incluindo as novas contribuições. Entretanto, terá que ir à Justiça, uma vez que o INSS não aceita o pedido administrativamente nos postos.

Há poucos dias o STJ decidiu a favor dos aposentados, mas nem todos os tribunais do País são favoráveis à troca de benefício.

Após juntar os documentos necessários, o segurado deve tomar a decisão de procurar um advogado para dar entrada com o pedido numa vara previdenciária ou ele próprio ir ao juizado especial federal, nesse caso, não é preciso assistência de um advogado nessa primeira fase, mas só após o recurso do INSS.

Para fazer os cálculos sobre o novo benefício os segurados devem arcar com o custo, entretanto, muitos advogados não cobram pelo serviço. Esse cálculo é fundamental para dar entrada com o processo.


Garantia de estabilidade à gestante que cumpre aviso prévio


A presidente Dilma Rousseff sancionou dia 16/mai e o Diário Oficial da União publicadou a Lei 12.812, que garante estabilidade à trabalhadora gestante no emprego, mesmo que a gravidez seja confirmada durante aviso prévio de dispensa do trabalho. A proposta altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Pelo texto aprovado, a trabalhadora gestante demitida só será efetivamente dispensada após o fim da licença-maternidade.

Proposição
O projeto de lei (PLS 533/09) é oriundo do Senado, cujo autor é o senador licenciado Marcelo Crivella (PRB-RJ). Na Câmara, o projeto tramitou como PL 7.158/10.

Corte trabalhista
Em fevereiro deste ano, ao julgar o caso de uma trabalhadora, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu que a gravidez ocorrida no período de aviso prévio, ainda que indenizado, garante à trabalhadora a estabilidade provisória no emprego.

A decisão unânime da Terceira Turma do TST dá à gestante o direito ao pagamento dos salários e da indenização.
Fonte: Ag Diap
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...