Um feliz Natal para você!

Um feliz Natal para você!

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Medicamentos vencidos em casa? Jogar no lixo é uma péssima solução

Fonte: Guia da Farmácia c/informações UOL
Os medicamentos são produtos químicos capazes de contaminar solos, água e colocar em risco a vida de pessoas que manuseiam resíduos nos aterros sanitários. A maneira correta de descartar estes produtos é incinerá-los. Mas, provavelmente o consumidor não conseguirá fazer isso na sua casa. A boa notícia é que tanto o poder público como algumas redes de farmácias oferecem este serviço, enquanto o descarte não é regulamentado pelo governo.

Estudos já mostraram que pílulas anticoncepcionais ao serem descartadas pelo esgoto chegam aos rios de água doce e podem dar traços femininos a peixes machos. Uma pesquisa realizada por especialistas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em 2013 mostrou que peixes machos perderam a capacidade de fecundar óvulos e, em casos mais graves, até desenvolveram ovas, característica do gênero feminino da espécie, por causa das substâncias contidas nesses medicamentos.

Segundo a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), um total de 704 farmácias, em 120 municípios de 12 estados da federação, oferece o serviço do descarte correto de medicamentos. Dentre elas estão os estabelecimentos da rede Droga Raia, Drogaria São Paulo, Drogaria Carrefour, e as farmácias do Hipermercado Extra.

Novo parque logístico deve gerar mil vagas de emprego em Jundiaí

Fonte: Prefeitura Jundiaí
Com expectativa de gerar aproximadamente mil empregos, a GLP – Global Logistic Properties – anunciou a instalação de um novo parque logístico em Jundiaí.

Líder em instalações logísticas de alto padrão com presença na China, Japão, Brasil e Estados Unidos, a empresa já conta com duas unidades na cidade e adquiriu uma área de 185 mil m² próxima ao futuro Parque Tecnológico para abrigar o empreendimento. O início das obras está previsto para o 1º trimestre de 2016.

A cidade vem mantendo o ritmo de crescimento e a capacidade de atração de novas empresas. Recentemente, foram inaugurados um novo hipermercado e um hotel, mais um supermercado está se instalando na cidade. Isto tem sido um diferencial e reflete os investimentos realizados como a implementação do Parque Tecnológico, melhorias em abastecimento de água, infraestrutura e segurança com o monitoramento eletrônico. Tudo isto influencia na escolha de Jundiaí para novos empreendimentos.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Hoje é o dia do Professor!


Oficinas gratuitas em Jundiaí


Oficinas gratuitas de comunicação, esporte, estampa e moda continuam com as inscrições abertas no portal do Estação Juventude, da Coordenadoria da Juventude de Jundiaí. As atividades são destinadas aos jovens de 15 a 29 anos. Confira os trenamentos disponíveis: http://scup.it/a9ep

Todas as atividades que estão com as inscrições abertas serão no Estação Juventude (avenida União dos Ferroviários, nº 1.600, Complexo Fepasa).

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Descaso com vacina faz doenças ressurgirem

Fonte: O Estado de S.Paulo 
Motivo de pânico no passado, sarampo, caxumba e coqueluche foram praticamente eliminadas no Brasil graças à introdução de vacinas, mas, agora, voltam a preocupar médicos e autoridades sanitárias. Com o baixo número de casos observados na última década, a ameaça ficou imperceptível, o que levou ao relaxamento de pais em relação à vacinação dos filhos.

Nos últimos anos, o ministério da saúde tem observado redução nos índices de cobertura vacinais de alguns imunizantes. Embora a queda seja pequena, ela já resulta na alta no número de casos de doenças até então consideradas controladas.

Segundo dados da pasta, a incidência de coqueluche aumentou dez vezes em apenas três anos, casos de caxumba têm se tornado mais frequentes em estados como São Paulo e Rio e um surto de sarampo acaba de atingir o nordeste – o Brasil estava havia 12 anos livre da transmissão interna do vírus.





“É um engano os pais acharem que a criança não precisa da vacina porque a doença não é mais circulante. Com os deslocamentos de turistas e viagens dos próprios brasileiros, é possível ter contato com as doenças. Foi o que aconteceu no surto de sarampo no Ceará e em Pernambuco. O vírus foi provavelmente trazido por uma pessoa que viajou à Europa”, diz a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do governo, Carla Domingues.

Criança na internet

Fonte: Conselho Nacional de Justiça - CNJ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...