.

.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Sete em cada dez brasileiros consideram que a cor ou raça influencia o trabalho

Mais da metade da população brasileira (63,7%) reconhece que a cor ou a raça exerce efeitos diferentes nas relações cotidianas. É o que mostra Pesquisa do IBGE, divulgada hoje. Para 71% dos entrevistados, o trabalho é a situação cotidiana que mais sofre influência da cor e da raça. Em seguida, aparecem as relações com a polícia/justiça (68,3%) e no convívio social (65%).
Isabela Vieira - Ag.BR

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Salário médio de admissão tem aumento real

O salário médio de admissão do trabalhador brasileiro teve um aumento real (descontada a inflação) de 3,04% no primeiro semestre de 2011, passando de R$ 874,14 em 2010 para R$ 900,70 este ano.

Esse resultado é oriundo do aumento de 3,88% no salário médio de admissão dos homens e 1,93% no das mulheres. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), apresentados pelo ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, dia 19/jul.
MTE

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Bullying

Clique e baixe a Cartilha
O bullying é um termo inglês, sem tradução, que denomina comportamento agressivo no convívio escolar, praticado por meninos e meninas. Os atos de violência (física ou não) ocorrem de forma intencional e repetitiva contra um ou mais alunos que se encontram impossibilitados de fazer frente às agressões sofridas. Tais comportamentos não apresentam motivações específicas ou justificáveis. Simplificando, os mais fortes maltratam por prazer os mais fracos.
Pais, professores, orientadores devem analisar estas situações e não ignorá-las. Combater o bullying é uma questão de justiça; aprenda a identificar para prevenir e erradicar esse terrível fenômeno social.
Cartilha Justiça nas Escolas

terça-feira, 19 de julho de 2011

Carga Tributária pode chegar a 34,9 do PIB

O brasileiro vai pagar um volume bem maior de impostos neste ano em relação ao tamanho da economia. De acordo com cálculos do economista Amir  Khair, especialista em finanças públicas, a carga tributária deve crescer 1,3 ponto porcentual do Produto Interno Bruto (PIB), passando de 33,6% em 2010 para  34,9% do PIB em 2011, impulsionada pela arrecadação de impostos e contribuições federais. 
Estado de SP

E a taxa Selic continua aumentando!

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Compensação de cheques fica mais rápida

Cheques com valor inferior a R$ 299,99 serão compensados em dois dias úteis. Acima desse valor, o prazo será de um dia útil. Antes, os prazos eram de quatro e dois dias, respectivamente. Segundo a Febraban, novos prazos valerão em todo o território nacional, acabando com as diferenças regionais. Em locais de difícil acesso, compensação de cheques podia levar até 20 dias úteis.
Ag. BR
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...