.

.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Sobrecarga no lar impacta ascensão feminina no trabalho

A persistente responsabilização das mulheres pelos trabalhos domésticos não remunerados é apontada como fator preponderante na desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho. Essa é uma das conclusões do Comunicado do Ipea 40, Mulheres e trabalhos: avanços e continuidades, que o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou, na última segunda-feira (8), Dia Internacional da Mulher.
Agência Diap

quinta-feira, 11 de março de 2010

Bancada feminina elege três projetos prioritários na Câmara

A bancada feminina da Câmara dos Deputados selecionou três propostas como prioritárias para aprovadação em plenário este ano. A iniciativa, que marcou o Dia Internacional da Mulher, celebrado segunda-feira (8), escolheu a licença-maternidade, participação de mulheres na Mesa Diretora e medidas para garantir igualdade no mercado de trabalho.
Agência Câmara

quarta-feira, 10 de março de 2010

Marcha de Mulheres

Pelo menos três mil mulheres das cidades e dos campos iniciaram na segunda-feira (8), no centenário do Dia Internacional da Mulher, um caminhada de dez dias por autonomia econômica, combate à violência contra a mulher, combate à privatização da natureza e dos serviços públicos e em defesa da paz e da desmilitarização.

Elas sairam de Campinas (SP) na segunda-feira e chegarão à capital de São Paulo no dia 18, quando encerrarão a mobilização em ato previsto para a praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu.

Integrante da terceira ação internacional da Marcha Mundial de Mulheres, que tem como tema "Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres" e neste ano atingirá mais de 50 países, a caminhada das brasileiras será marcada por uma sucessão de atos públicos nas nove cidades por onde passar - Valinhos, terça-feira; Vinhedo, dia 10; Louveira (11), Jundiaí (12), Várzea Paulista (13), Cajamar (14), Jordanésia (15), Perus (16) e Osasco (18).
Agência Diap

terça-feira, 9 de março de 2010

Campanha de Vacinação

A campanha de vacinação contra a gripe, realizada pelo Ministério da Saúde, terá neste ano uma característica especial. Dois tipos de vacinas serão utilizados: uma bivalente (que protege contra a gripe sazonal) e uma monovalente (que protege contra a gripe A – H1N1).

As vacinas pandêmicas contra a gripe A serão destinadas aos grupos de risco definidos pelo Ministério da Saúde. Já as vacinas contra gripe sazonal serão aplicadas nos idosos, como é feito todo ano. A diferença é que a vacina utilizada contra a gripe sazonal conterá dois tipos de vírus, ao invés de três, como era feita nas campanhas anteriores.

As duas vacinas (monovalente e bivalente) serão utilizadas na campanha de imunização pública, realizada anualmente pelo Ministério da Saúde. As vacinas destinadas aos estabelecimentos privados de vacinação devem conter as três cepas influenza em uma mesma formulação e, por isso, irão imunizar tanto contra a gripe sazonal quanto à gripe A.
Anvisa

Igualdade: ainda há muito por fazer

Apesar dos progressos registrados nos últimos 15 anos no avanço da igualdade de gênero e capacitação das mulheres, ainda existe a necessidade de transformar promessas e palavras em ações concretas em várias áreas.A afirmação foi feita nesta segunda-feira, em Nova York, pela vice-secretária-geral da ONU, Asha-Rose Migiro, durante a abertura da 54ª sessão da Comissão sobre o Estatuto da Mulher.
Portal Meio Ambiente - Carlos Araújo

segunda-feira, 8 de março de 2010

As Mulheres no Congresso

Com avanços e recuos, a bancada feminina no Congresso luta para ampliar os direitos das mulheres no País.

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que, neste dia 8 de Março completa 100 anos, o DIAP coloca disponível as principais proposições de interesse do público feminino em discussão no Congresso Nacional.

LEIA!

Avanços e Desafios das Mulheres

Apesar de ocuparem cada vez mais postos no mercado de trabalho, as mulheres ainda são responsáveis pela maior parte dos trabalhos em casa. Esta é uma das conclusões do Comunicado do Ipea 40 "Mulheres e trabalhos: avanços e persistências", que o instituto divulga hoje, 8 de Março, Dia Internacional da Mulher.

Ipea

Número de mulheres no mercado de trabalho cresceu 40,9% em 7 anos

Entre 2002 e 2008, 4.788.023 mulheres assumiram postos no mercado de trabalho formal em todo o Brasil. O volume, que equivale à soma das populações de Fortaleza (CE) e Belo Horizonte (MG) mostra que as empresas estão abrindo suas portas para a mão-de-obra feminina.
Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em 2002 havia 11.418.562 mulheres trabalhando formalmente no país; em 2008 o número chegou a 16.206.585, crescimento de 40,9% no período. Entre os homens, o crescimento foi de 34,5%: de 17.265.351 milhões em 2002 para 23.234.981 em 2008.
Agência Diap
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...