.

.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Mensagem para VOCÊ!

Encerramos mais um ano e todos os compromissos assumidos com a nossa categoria foram cumpridos. Agora, vamos iniciar um novo ano, com o voto de confiança de cada trabalhador de nossa região.

Por isso, a diretoria do SEAAC renova seus compromissos em defesa do trabalho e cidadania, desejando que o 2009 possa ser para todos nós o ano da concretização dos sonhos.

Um ano cheio de saúde, fé, amor, muita esperança e prosperidade. Juntos podemos transformar não só o nosso espaço, mas o mundo... e se somos sonhadores, certamente não estamos sozinhos, pois, todos os trabalhadores sonham com dias melhores para nosso país. Juntos vamos concretizar esse sonho coletivo!

Assim, aproveitamos esta oportunidade para renovar votos felicidade, de paz, de amor e de esperança a todos os trabalhadores de todas as categorias profissionais que representamos, com orgulho e honra. Desejamos que 2009 traga muitas realizações!

A Diretoria

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Taxa de Juros: Banco Central insiste em sabotar o Brasil

"Copom afronta a sociedade e sabota o país. Enquanto o governo federal, os empresários nacionais e os trabalhadores fazem esforços hercúleos para o Brasil exorcizar a crise econômica internacional, o Copom, capitaneado pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, insiste em sabotar, deliberadamente, o crescimento econômico, a geração de empregos e as condições para o Brasil seguir seu rumo virtuoso. Esta decisão afronta a sociedade. Ela aumenta o penhasco existente entre as taxas praticadas em outros países, que diminuíram acentuadamente seus juros para estimular o crédito. Os juros estipulados pelo Copom são, hoje, a maior barreira para que as medidas de estímulo da economia tenham seu efeito esperado. Não existe justificativa para tal. Não temos demanda aquecida, não há risco inflacionário. Precisamos estimular o crédito, diminuir o spread bancário e isso é impossível com a Selic neste patamar. Quando se coloca uma trava numa engrenagem que tem condições de funcionar adequadamente não há outra alternativa senão a retirada desta. A decisãomais sensata, acertada e justa neste momento é a demissão, por justa causa e com implicações criminais (crime de lesa Pátria), de Henrique Meirelles. " CGTB (http://www.cgtb.org.br/)

Redução da Jornada: Câmara instala comissão para discutir emenda constitucional

A Câmara dos Deputados instalou, dia 16/12, comissão especial destinada a discutir a emenda à Constituição que trata da redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais. O deputado Vicentinho (PT/SP) será o relator da proposta. A primeira reunião do colegiado foi marcada para 10 de fevereiro de 2009, logo após o recesso parlamentar. A proposta (PEC 231/95), que altera os incisos 13 e 16 do artigo 7° da Constituição, também aumenta para 75% a remuneração da hora-extra.
Agência Brasil

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Aposentadoria por idade será automática em 2009

A Previdência Social poderá liberar processos de concessão da aposentadoria por idade em apenas 30 minutos a partir de 2009, devido à ampliação da base de dados do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), que permitirá o reconhecimento de vínculos empregatícios e remunerações desde janeiro de 1976. Segundo o Ministério da Previdência, o acesso a dados para reconhecimento automático para benefícios como aposentadoria por tempo de contribuição, aposentadoria especial, pensão por morte, salário maternidade ocorrerão gradativamente.
Fonte: Agência Sindical

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Famílias chefiadas por mulheres aumentam mais de 10 vezes entre 1993 e 2007

O número de famílias formadas por casais com filhos e chefiadas por mulheres cresceu mais de dez vezes nos últimos 15 anos. Segundo o estudo, divulgado em 16/12/08 pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o número passou de 301 mil, em 1993, para 3,6 milhões, em 2007. Conforme o estudo, ao longo dos últimos 15 anos, a tendência de aumento da parcela de famílias chefiadas por mulheres tem de mantido. O índice passou de 22,3%, em 1993, para 33%, em 2007. Esse crescimento, no entanto, não significa mais “empoderamento” para as mulheres, de acordo com a pesquisa.
Fonte: Agência Brasil

Crescimento sustentável do país não será interrompido

O diretor-substituto de Estudos Macroeconômicos do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), Renault Michel Barreto e Silva, afirma que a crise não interrompeu o ciclo de crescimento do País. Em debate na Câmara dos Deputados, na semana passada, ele destacou que o Brasil vive desde 2006 um ciclo virtuoso de crescimento sustentável. Para manter esse ciclo de crescimento, Barreto apontou três medidas: garantir e acelerar a liberação dos recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), manter e ampliar os programas sociais do governo e manter a política de recuperação do poder de compra do salário mínimo.
Fonte: Agência Sindical
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...