.

.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Atualização das Aposentadorias é votada no Senado

Aposentadorias e pensões pagas pela Previdência Social poderão ter os seus valores atualizados ano a ano, de forma a garantir o mesmo número de salários mínimos que eram recebidos na data da concessão da aposentadoria ou da pensão.

A proposta foi aprovada wm 12/11 pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado. De acordo com o texto votado, será criado um novo parâmetro de atualização no valor dos benefícios (Índice de Correção Previdenciária – ICP), resultante da divisão da aposentadoria pelo menor salário de benefício pago pelo INSS. Na data da aposentadoria, o segurado terá um ICP individual, a ser usado para cálculo dos reajustes por toda a vida.

O projeto fixa ainda uma regra de transição de cinco anos até que o poder de compra seja totalmente recuperado. O prazo também servirá para que os orçamentos sejam adaptados às despesas. O senador Paulo Paim (PT/RS), autor da iniciativa, disse que o projeto “faz apenas justiça” a aposentados e pensionistas.
Fonte: Agência Senado

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Desenvolvimento e valorização são temas da 5ª Marcha de Trabalhadores

Além de apresentar para o governo federal propostas para reduzir os efeitos da crise financeira no Brasil, as centrais sindicais estão organizando a 5ª Marcha da Classe Trabalhadora, cujo ato unitário será realizado dia 3 de dezembro, em Brasília. Com o tema "pelo desenvolvimento e valorização do trabalho" , os dirigentes da CGTB, Força Sindical, Nova Central, CTB, UGT e CUT vão entregar um documento com as reivindicações dos trabalhadores ao presidente Lula e aos presidentes da Câmara Arlindo Chinaglia e do Senado Garibaldi Alves.

Mulheres em Pauta Edição Nr. 58 - SPM

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Para viver dignamente o mínino deveria ser R$ 2.014,73

Segundo o Dieese, o salário mínimo deveria ser de R$ 2.014,73 em outubro. A constatação é da Pesquisa Nacional da Cesta-Básica, realizada em 17 capitais. Com base no maior valor apurado para a cesta, de R$ 239,82 (Porto Alegre) e considerando o preceito constitucional segundo o qual o salário mínimo deve ser suficiente para garantir as despesas familiares com alimentação, moradia, saúde, transportes, educação, vestuário, higiene, lazer e previdência, o Dieese calcula que o mínimo deveria ser 4,85 vezes superior ao piso vigente, de R$ 415,00.
Pois é...
Fonte: Dieese

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Negociações salariais e crise financeira

A crise financeira mundial já está sendo usada como argumento pelas empresas nas negociações salariais deste último trimestre. Movimento sindical deve permanecer atento aos desdobramentos desse episódio para as negociações no próximo ano.

CGTB discute enfrentamento da crise

A executiva nacional da CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil) aprovou no início da semana, durante plenária ampliada da direção nacional da entidade, um programa mínimo para o enfrentamento da crise. Participaram da reunião 80 dirigentes de 11 Estados. O programa da CGTB para enfrentar a crise contempla iniciativas como fortalecimento do sistema financeiro público; redução da taxa de juros; centralização do câmbio; fortalecimento do mercado interno; aumento dos salários; aumento dos investimentos públicos; manutenção do PAC; e substituição de importações.
Fonte: Agência Sindical
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...