Parabéns a todos que ajudaram a construir esta entidade!

Parabéns a todos que ajudaram a construir esta entidade!

.

.

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

“Reforma trabalhista irá aumentar ações na justiça”, afirma Neto a empresários

O presidente da Central do Sindicato Brasileiro (CSB) e do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo (Sindpd), Antonio Neto, participou dia 5/10 da Jornada do Conhecimento. O evento, voltado para empresários e profissionais de Recursos Humanos (RH) de empresas de tecnologia da informação, teve como tema a polêmica reforma trabalhista, que entra em vigor no próximo dia 11 de novembro.

Em sua palestra, o presidente da Central definiu a reforma como um aumento da responsabilidade para as duas partes envolvidas na relação capital-trabalho. “Agora é hora da nossa responsabilidade aumentar, lógico que vocês não devem esperar que vamos mudar nossa convenção coletiva para piorar as condições dos trabalhadores. Os sindicatos não farão, mas poderemos ter uma relação mais igual, com mais segurança jurídica. É bom lembrar que negociação é uma rua de duas mãos, não é mão única. Vamos ter que ter responsabilidade na hora de negociar”, disse Neto, que ainda falou de compensação na hora de negociação.

Como os sindicatos divulgam suas atividades?

Fonte: DIAP/Cartilha Para que serve e o que faz o movimento sindical
Principalmente pela imprensa sindical. Ela informa, forma e mobiliza os trabalhadores. É o principal instrumento de contato entre o sindicato e sua base.
Os sindicatos dispõem de vários veículos de divulgação de suas atividades, que vão desde jornais, revistas e boletins impressos, passam pela utilização da internet, das redes sociais e dos programas de rádio, até o uso de megafone e de carro de som em manifestações sindicais e sociais.

A imprensa sindical representa em torno de 10% da tiragem da grande imprensa. Ou seja, o número de jornais, boletins e panfletos divulgados diariamente é muito significativo. Além disto, o índice de leitura é elevado porque circula de mão em mão nas empresas, fábricas e estabelecimentos comerciais.

Os fatos sindicais mais marcantes algumas vezes são divulgados pela grande imprensa. Essa relação é marcada por altos e baixos. A grande imprensa não é isenta ou neutra. Tem escolhas políticas específicas em sua atuação, com influência sobre a divulgação feita, ora a favor, ora contrariamente, conforme uma lógica política própria. O acompanhamento da grande mídia requer sempre uma visão crítica e independente.

O movimento sindical deve pressionar pela democratização dos meios de comunicação, de tal modo que as entidades tenham canais de rádios e TV ou direito de antena nos canais públicos para fazer chegar sua mensagem à sociedade e às autoridades.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Câmara aprova fundo público eleitoral para financiar campanhas

Fonte: Diap 
O PL 8.703/17, que cria o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) será composto por 30% das emendas impositivas apresentadas pelas bancadas de deputados e senadores e pela compensação fiscal paga às emissoras de rádio e de TV por propaganda partidária, que será extinta. E, ainda, o PL 8.612/17, que regulamenta como será feita a distribuição desses recursos, entre outros aspectos relativos às campanhas.

Recursos 
Pelo texto aprovado, estão previstos no orçamento de 2018 R$ 4,5 bilhões para emendas de bancada, dos quais R$ 1,35 bilhão (30%) serão destinados às campanhas eleitorais. Caso existirem economias feitas no orçamento do Poder Legislativo, elas poderão ser usadas para reduzir esse percentual.

Além desse valor, para as eleições de 2018 deverão ser usados recursos equivalentes à renúncia fiscal com a propaganda partidária de 2017 e de 2016. Como esse tipo de propaganda ocorre somente no primeiro semestre de ano eleitoral, caso de 2016, seria o gasto com três semestres de propaganda.

Campanha outubro rosa divulga informações sobre a doença e mostra os avanços no tratamento

Os avanços na luta contra o câncer de mama e o empoderamento das mulheres são o principal foco da campanha Outubro Rosa em 2017, cujas ações começam nesta terça-feira, 3. O movimento popular representado pelo laço rosa, que simboliza a luta contra a doença, tem o objetivo de estimular a participação da população, de empresas e entidades e alertar as mulheres sobre a prevenção do câncer de mama.

De acordo com o Ministério da Saúde, esse é o câncer que mais afeta as mulheres no Brasil e no mundo, respondendo por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. É a segunda causa de morte por câncer nos países desenvolvidos, atrás somente do de pulmão.

Para ressaltar a importância da campanha no Brasil, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) revelou que surgem cerca de 60 mil novos casos de câncer de mama por ano, e que 15 mil dessas pacientes não resistem à doença. O Inca estima que, entre 2016 e 2017, sejam diagnosticados 57.960 novos casos no país, com um risco estimado de 56,20 a cada 100 mil mulheres.

Sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama é o tipo mais frequente nas mulheres das regiões Sudeste, com 68,08 a cada 100 mil mulheres, Sul (74,30/100 mil), Centro-Oeste (55,87/100 mil) e Nordeste (38,74/100 mil). Na região Norte, é o segundo tumor mais incidente, com 22,26 casos a cada 100 mil mulheres. Para a Sociedade Brasileira de Mastologia, essas diferenças provavelmente têm origem no fato de que, quanto maior o desenvolvimento da região, maior a incidência de câncer de mama, devido à maior exposição das mulheres a fatores como poluição e estresse.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Entidades sindicais estão organizadas para a manutenção da sustentação dos sindicatos na reforma trabalhista

Com a reforma trabalhista, que entra em vigor a partir do próximo dia 11 de novembro, entidades sindicais precisaram traçar novas estratégias para evitar o enfraquecimento das instituições e continuar defendendo os trabalhadores de maneira combativa e independente.Com o fim do imposto sindical, que custeia a estrutura e o trabalho das entidades na luta pelos direitos trabalhistas, elas se organizam para garantir o financiamento dos sindicatos na manutenção do arcabouço protetivo dos trabalhadores.

Por meio de assembleias, as entidades têm conseguido a aprovação das categorias para a manutenção da contribuição. A primeira entidade sindical filiada à Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) a tomar esta medida foi o Sindicato dos Trabalhadores no Vestuário de Guarulhos (Sindvestuario).

Antonio Neto, presidente da CSB, afirmou que esta é a orientação da Central para os 789 sindicatos filiados à Entidade. “A média de sindicalização no País varia de 7% a 30% (de cada categoria). Só o dinheiro dos sócios não sustenta as entidades. Tirar a contribuição é retirar o maior dinheiro de muitos sindicatos. Vai haver muita fusão”, disse Neto em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

Comércio nacional deve abrir 73 mil vagas temporárias para o final de ano

Fonte/Foto: Ag. Brasil
Mais de 73 mil pessoas serão contratadas pelo comércio brasileiro para as festas de fim de ano, com alta de 10% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram geradas 66,7 mil vagas temporárias de emprego. 

A estimativa foi divulgada nesta quarta-feira (27), no Rio de Janeiro, pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) . 

O vestuário é um dos setores que mais crescem com o Natal. As vendas aumentam mais de 80% em dezembro em comparação com o mês anterior. Segundo Bentes, vestuário é o mais democrático dos segmentos, porque engloba desde a lembrancinha adquirida no comércio popular até produtos de marca, mais caros. Se isso ocorre nas vendas, acaba replicando também no emprego, demandando mão de obra em dezembro. 

Outro segmento que deve concentrar os maiores volumes de contratação é o de hiper e supermercados, que responde por 30% do varejo e foi afetado positivamente este ano pelo dólar baixo e pelos preços em queda dos alimentos. Espera-se efetivação de uma parcela significativa, pelo menos 27% dos contratados temporários. 

E que relação existe entre sindicato e democracia?

Fonte: DIAP/Cartilha Para que serve e o que faz o Movimento Sindical
A relação é intrínseca. A organização sindical, instituição indispensável ao diálogo social, é um dos elementos garantidores da democracia. Ela faz parte do tripé da democracia, que é constituído por: partidos, imprensa e sindicatos.

Um país que não possui sindicatos organizados, imprensa livre e partidos fortes
não pode ser considerado democrático.

Os partidos, no caso brasileiro, possuem três atributos exclusivos: i) o de canal das disputas eleitorais (ninguém concorre sem estar filiado a um partido político; ii) o da gestão direta do poder (ninguém é eleito ou se reelege para os cargos de presidente da República, governador, prefeito, senador, deputado ou vereador sem estar filiado a um partido) e iii) o de expressão da democracia.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Empresários confessam que a reforma trabalhista foi construída para cortar salários e reduzir direitos

Fonte: CSB
O jornal Folha de S.Paulo divulgou nesta terça-feira (03) matéria sobre o encontro de empresários na Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, na última semana, em Nova York (leia aqui). Segundo a reportagem, empresários, investidores, advogados, consultores e representantes do setor bancário saíram um tanto frustrados” do evento. Isso porque tais representantes se sentiram “prejudicados” com a reforma trabalhista promovida pelo governo do presidente Michel Temer.

Numa das lamentações citadas pela Folha, um empresário afirma categoricamente: “Então quer dizer que ainda não vamos poder reduzir salários? Isso é a coisa mais anticapitalista que existe”, declarou Terry Boyland, da empresa de tecnologia CPQI.

Direitos do Idoso

Fonte: Conselho Nacional de Justiça - CNJ

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Outubro rosa: câncer de mama atinge mulheres cada vez mais jovens

Os seios são fontes de várias simbologias em diferentes culturas. Motivo de inspiração e desejo, são também o órgão da amamentação, da feminilidade e do prazer. A mama, contudo, adoece. 

O câncer é o mal que mais acomete essa glândula — 28% do total de tumores —, sendo o tipo que mais provoca a morte de mulheres no Brasil. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), a estimativa é de 60 mil novos casos por ano em mulheres cada vez mais jovens. Quanto mais cedo, porém, o diagnóstico, mais chances de cura.

Rendimento médio do trabalhador fica estável no trimestre encerrado em agosto

Fonte: Ag. Brasil
O rendimento médio real habitual do trabalhador ficou em R$ 2.105 no trimestre encerrado em agosto deste ano, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad-Contínua) divulgados hoje (29). De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o valor é estatisticamente estável em relação aos trimestres encerrados em maio deste ano (R$ 2.116) e agosto de 2016 (R$ 2.066).

Na comparação com maio, o rendimento manteve-se estável em todas posições na ocupação (emprego com carteira assinada, sem carteira, conta própria etc) e em todos os grupamentos de atividades (indústria, comércio, construção etc).

Já na comparação com agosto, houve alta de 3% nos rendimentos dos empregos do setor privado com carteira assinada, enquanto as demais posições mantiveram-se estáveis. Entre os grupamentos de atividades, houve crescimento de 9,4% na agricultura, enquanto os trabalhadores dos demais setores mantiveram seus rendimentos estáveis.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...