.

.

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Site do MTE terá dados integrados de emprego e rendimentos

Fonte: Blog do Trabalho
O Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE) lançou, dia 1° de julho, um site que permite a qualquer cidadão ter acesso aos dados sobre emprego e rendimentos, de forma simplificada e com informações reunidas a partir do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Sistema de Registro de Empresas de Trabalho Temporário (Sirett) e da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). Chamada de Painel de Monitoramento do Mercado de Trabalho, a plataforma pode ser acessada a partir da página inicial do Portal MTE.

“É importante ressaltar que as informações que constam no site vão permitir que estados e municípios direcionem e gerenciem melhor suas ações. Nesse sentido, a ampliação do acesso a informação é vital para qualificar as políticas públicas de emprego e renda e a participação de todos os atores que exercem o controle social”, destacou o ministro interno do Trabalho e Emprego, Francisco Ibiapina, que lembrou ainda o protagonismo do MTE na produção e disseminação desses dados.

A ferramenta vai auxiliar o trabalho de gestores e organizações da sociedade civil e apoiar o desenvolvimento das políticas públicas de emprego e renda. A plataforma, no entanto, é aberta e pode ser usada por qualquer cidadão – ou por entidades como sindicatos e órgãos da imprensa.

Dados – Em sua primeira versão, o Painel de Monitoramento do Mercado de
Trabalho traz informações atualizadas mensalmente para todos os estados e para cada um dos 5.570 municípios brasileiros, sobre a movimentação do mercado de trabalho formal e a evolução do rendimento dos trabalhadores.


O Painel está preparado para realizar buscas rápidas, com a análise comparativa de indicadores temporais e territoriais e com informações individualizadas de estados e municípios. Permite ao usuário, ainda, acompanhar o cenário em que os dados estão inseridos.

O site traz dados de emprego e renda, com informações que incluem a evolução mensal e anual do estoque do emprego formal, o saldo (quantidade de admitidos, menos desligados), a duração dos vínculos de trabalho e a evolução por tipo de desligamento (com justa causa, sem justa causa e a pedido), entre outras informações.

Rendimentos - Em relação aos rendimentos, é possível encontrar o salário nominal médio de admissão num período de 13 meses, a variação relativa e absoluta dos salários nominais médios e a massa salarial real dos últimos seis meses e dos últimos seis anos, entre outras. O site traz também as fontes dos dados apresentados e permite baixar tabelas e gráficos.

Para os interessados em dados mais detalhados, existe também o campo de pesquisa avançada. Uma das metas para aprimorar a plataforma inclui integrar ao site informações sobre o mercado de trabalho informal, benefícios, sobre o seguro-desemprego, o abono salarial e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

“Essa é mais uma das iniciativas do Ministério que buscam ampliar a transparência e fortalecer o uso das suas informações para servir melhor o trabalhador. O Painel é um dos instrumentos de transformação das políticas do MTE, pois sem informações não é possível planejar ações que venham ao encontro dos interesses do cidadão” destacou o secretário de Políticas Públicas de Emprego, Giovanni Queiroz.

Conheça o Painel de Monitoramento Analítico do Mercado de Trabalho AQUI.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...