.

.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Violência doméstica atinge 43,1% das mulheres e 12,3% dos homens

Quatro em cada dez mulheres brasileiras já foram vítimas de violência doméstica. O número consta do Anuário das Mulheres Brasileiras 2011 divulgado, na dia 4/julho, pela Secretaria de Políticas para as Mulheres - SPM e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos - Dieese. 

Violência é crime!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Milhares de trabalhadores participam da manifestação em Brasília

As Centrais Sindicais participaram hoje (6) de manifestação em Brasília para pedir a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais e o fim do fator previdenciário, entre outras reivindicações. Milhares de pessoas participaram da manifestação, que fechou duas das seis vias do Eixo Monumental, uma das principais vias da capital federal. 



Agenda Unitária da Classe Trabalhadora

terça-feira, 5 de julho de 2011

Trabalho temporário é oportunidade de conquistar emprego fixo

Julho inicia e, com ele, a oportunidade de conseguir o primeiro emprego, adquirir novas experiências de trabalho e garantir uma renda extra. Com mais de 16 mil vagas temporárias previstas para o mês, motivadas pelas férias escolares, são várias oportunidades nos setores de lazer, entretenimento, indústria e comércio em todo o país.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Agenda Política dos Trabalhadores: pauta unitária será entregue ao Congresso

As centrais sindicais realizam, nesta quarta-feira (6), mobilização nacional em defesa da Agenda Unitária da Classe Trabalhadora. A concentração vai ser em frente à Catedral, em Brasília. Os participantes seguirão em passeata até o Congresso Nacional onde vão entregar às lideranças partidárias e aos presidentes da Câmara e do Senado a plataforma de reivindicações que compõe a Agenda Unitária da Classe Trabalhadora.

Veja a lista de reivindicações da classe trabalhadora:
- jornada de trabalho de 40 horas sem redução de salários;
- fim do fator previdenciário;
- regulamentação das Convenção 151 (negociação coletiva no setor público) e a ratificação da Convenção 158 (contra a demissão imotivada);
- mudança na política econômica governo (redução dos juros, novo projeto de desenvolvimento, mais e melhores empregos, salário igual para trabalho);
- garantia de aplicação de 10% do Orçamento da União em Educação; e
- reforma agrária e reforma urbana do solo, contra as discriminações e contra a  precarização das relações de trabalho por meio de terceirizações.
Ag. Diap

Os trabalhadores comerciários vão participar ativamente desta mobilização.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...